Regras de amarração de cargas entram em vigor

Regras de amarração de cargas entram em vigor

Entraram em vigor na segunda-feira (1) as novas exigências de amarração de carga para caminhões com data de fabricação até 31 de dezembro de 2016. A Resolução n.º 552 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) estipulou diversas regras que os caminhoneiros devem seguir. Vale lembrar que essas regras já eram obrigatórias para os veículos fabricados a partir de 01 de janeiro de 2017.

O Contran publicou a Resolução n.º 552 em setembro de 2015, dando mais de um ano para que os caminhoneiros pudessem adaptar seus veículos. Uma das regras exigidas é que os veículos com carroceria devem ser construídos com madeiras de alta resistência e densidade. Além disso, o uso de cordas é permitido apenas para a fixação da lona de cobertura, e não para garantir que a carga esteja presa, já que a corda não é capaz de segurar o peso da carga. Para segurar a carga o indicado é utilizar acessórios resistentes como correntes ou cabo de aço.

Os veículos que não cumprirem as regras do Contran estarão sujeitos às penalidades do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), podendo sofrer multas ou até a retenção do veículo para regularização.

É proibido usar cordas para a amarração de cargas. O uso de corda é permitido apenas para fixar a lona de cobertura.

  • A carga não pode ultrapassar a altura do painel frontal do veículo caso exista chance de deslizamento de parte da carga.
  • Veículos que utilizem baú ou sider devem colocar pontos de amarração nas laterais, para evitar que a carga caia.
  • A amarração da carga deve ser feita com material de no mínimo duas vezes o peso da carga. É permitido usar correntes e cabos de aço.
  • As carrocerias de madeira fabricadas até 31/12/2016 devem ter pontos de fixação em formato de “L” ou “U”.
  • Os veículos que têm os pontos de amarração, conforme a Resolução, devem utilizar uma placa de identificação com nome e CNPJ do fabricante dos pontos. Além disso, a placa precisa estar em local visível e conter a frase: “Veículo com pontos de ancoragem para amarração de carga, de acordo com a Resolução CONTRAN nº 552, de 17 de setembro de 2015”.

Esse texto te ajudou? Curta nossa página no Facebook e acompanhe nossas dicas!

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *